O povo quer “fora Bolsonaro”. E a esquerda?, por Antônio Carlos