“Matei seu irmão. Cresce pra eu te matar também”, por Antônio Carlos