O governo Bolsonaro é ilegítimo, por Natália Pimenta